CLIQUE ABAIXO

selecione o exame pretendido

 

EXAMES MÉDICOS 

Ecografia Pélvica ou Ginecológica

Ecografia Pélvica ou Ginecológica

 

A Ecografia Pélvica ou Ginecológica (Suprá-Púbica ou com Sonda Vaginal) é um exame indolor, não tem contra-indicações, nem riscos, por não possuir qualquer tipo de radiação.

Indicações
É utilizada para se observar os órgãos no interior da pélvis (útero, ovário e trompas, além das artérias e veias da região) e também para acompanhar o desenvolvimento da gestação.
Os exames são realizados por um médico especializado na interpretação das imagens.

Preparação:
2 horas antes do exame beber 1 litro de água e não urinar.
(É favor trazer exames anteriores)

Realização do exame:
Há duas técnicas para se observar os órgãos da pélvis: técnica supra-púbica (técnica em que a sonda é colocada sobre a pele do abdómen baixo) e transvaginal ou endovaginal (técnica em que se coloca a sonda dentro da vagina).
Por vezes, para um contacto mais próximo com a região a examinar necessitará de um exame endovaginal ou endorectal. A introdução da sonda pode raramente ser responsável por uma indisposição transitória e sem gravidade.
Para o exame transvaginal, será deitada numa maca especial e dobrará os joelhos para o médico introduzir a sonda na sua vagina.
Para o exame supra-púbico, o médico colocará um gel no seu abdómen para melhor deslizar a sonda. Durante o exame, poderá sentir um certo incomodo pela bexiga cheia, o que é natural para se obter boas imagens. Quando terminar o exame, poderá urinar.

Médico

  • Dr. Raul Varela
  • Dra. Maria J. Cerqueira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Ecografia Renal e Supra-Renal

Ecografia Renal e Supra-Renal

 

 

Trata-se de um exame que se realiza na zona renal através de uma sonda que produz ondas sonoras que transmitem a imagem do rim num ecrã de vídeo. Usa-se para determinar o tamanho e a forma do rim e das vias urinárias, e para detectar massas, cálculos, quistos e outras obstruções do sistema urinário.

Indicações
Neste exame são visualizados os rins e áreas envolventes.
Os exames são realizados por um médico especializado na interpretação das imagens.

 

Preparação
Não necessita de preparação.
(É favor trazer exames anteriores)

 

Realização do exame:
Na ecografia renal o doente é deitado numa marquesa e o médico coloca um gel na zona que quer observar. A sonda do ecógrafo desliza na pele sobre gel, que facilita a transmissão e captação do som. As imagens são visualizadas de imediato no monitor do aparelho.

 

Médico

  • Dr. António Oliveira

 

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Ecografia Articular

Ecografia Articular

Exame complementar de diagnóstico em que aborda diversas estruturas articulares, como o ombro, joelho, cotovelo, tíbio-társica, etc e se podem avaliar as estruturas peri-articulares envolventes da articulação óssea. Habitualmente estuda-se os músculos, tendões, ligamentos, bursas, membranas sinoviais e por vezes meniscos que fazem parte de determinada articulação.


Indicações
Está indicado como exame de primeira linha para quadros clínicos inflamatórios articulares (habitualmente relacionadas por patologias traumáticas, inflamatórias, infecciosos ou tumorais) e sempre complementado por exame clínico (essencial) e eventualmente por exame radiológico.


Preparação
Não necessita de preparação
(É favor trazer exames anteriores)


Realização do exame
A sala onde o exame é realizado é geralmente escura. Para executar este exame, o profissional de saúde em primeiro lugar coloca um gel na área articulara avaliar para proporcionar um bom contacto para sonda (o transdutor de mão), a seguir coloca a sonda por cima e ao mover a referida sonda irá aparecer uma imagem no monitor.
Este exame demora cerca de 30 minutos, embora os tempos possam variar.


Médico

  • Dra. Margarida Silva 

 

 

 

Voltar ao Topo

 


 

 Ecografia Prostática

Ecografia Prostática

 A Ecografia á Próstata é um exame indolor, não tem contra-indicações, nem riscos, por não possuir qualquer tipo de radiação. Quando a próstata aumenta de tamanho, comprime a uretra dificultando a saída da urina, podendo provocar obstrução parcial (Resíduo pós-miccional aumentado).

 

Indicações

A ecografia prostática detecta doenças prostáticas, das Vesículas Seminais e da Bexiga.

 

 

Preparação:
Ecografia prostática supra-púbica: 2 horas antes do exame beber 1 litro de água e não urinar.
Ecografia prostática trans-rectal: Fazer clister de limpeza (microlax) na véspera do exame à noite e outro de manhã antes de vir para a clínica.

 


Realização do exame:
Há duas técnicas para se observar a prostata: técnica supra-púbica (técnica em que a sonda é colocada sobre a pele do abdómen baixo) e trans-rectal(técnica em que se coloca a sonda dentro da recto).
Na ecografia próstata o doente é deitado numa marquesa e o médico coloca um gel na zona que quer observar. A sonda do ecógrafo desliza na pele sobre gel, que facilita a transmissão e captação do som. As imagens são visualizadas de imediato no monitor do aparelho.

 

Médico

  • Dr. António Oliveira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Ecografia Vesical

 

 

A ecografia Vesical é um exame indolor, não tem contra-indicações, nem riscos, por não possuir qualquer tipo de radiação

 


Indicações
Este exame avalia a bexiga, com calculo do resíduo pós-miccional.

 


Preparação
2 horas antes do exame beber 1 litro de água e não urinar.
(É favor trazer exames anteriores)

 


Realização do exame

 

Na ecografia Vesical o doente é deitado numa marquesa e o médico coloca um gel na zona que quer observar. A sonda do ecógrafo desliza na pele sobre gel, que facilita a transmissão e captação do som. As imagens são visualizadas de imediato no monitor do aparelho..
Este exame demora cerca de 15 a 20 minutos, embora os tempos possam variar.

 


Médico

  • Dr. António Oliveira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Ecodoppler Membros: Arterial e/ou Venoso

 

Exame complementar de diagnóstico, que através dos ultra-sons, permite avaliar em tempo real o estado anatómico e hemodinâmico da circulação dos membros, superiores ou inferiores, nomeadamente das artérias ou veias.
O exame de doppler dos membros pode ajudar os médicos a determinar o risco de doenças bem como a necessidade de recomendar medidas preventivas.
Isento de complicações.

 


Indicações

 


Doppler arterial
O Doppler Arterial Periférico é utilizado como exame de rotina e associado ao estudo das pressões no rastreio da isquémia periférica, permitindo a determinação da terapêutica apropriada.
As artérias das extremidades inferiores e superiores são de fácil acesso, o que facilita a realização deste exame. Utilizam-se sondas lineares de alta resolução ( > 5 MHz).

 


Doppler venoso
Exame que permite o estudo anatómico e hemodinâmico do sistema venoso periférico.
O seu baixo custo, natureza não invasiva, fácil acessibilidade e elevada fiabilidade tornam-no fundamental no diagnóstico de:
Trombose Venosa Profunda;
Insuficiência venosa;
Mapa venoso pré operatório.

 


A avaliação do sistema venoso profundo da perna em doentes com suspeita de Trombose Venosa Profunda (TVP) recorre, fundamentalmente, ao estudo ecográfico em Modo B e à compressão venosa em plano transversal com a ajuda do Doppler a Cores que permite o estudo dos segmentos venosos difíceis de estudar devido à própria anatomia do doente ou pela sua profunda localização.

 


Preparação
Não necessita de preparação
(É favor trazer exames anteriores)

 


Realização do exame
A sala onde o exame é realizado é geralmente escura. Para executar este exame, o profissional de saúde em primeiro lugar coloca um gel na área do membro a avaliar para proporcionar um bom contacto para sonda (o transdutor de mão), a seguir coloca a sonda por cima e ao mover a referida sonda irá aparecer uma imagem no monitor.
Esta imagem mostra as diferentes taxas de fluxo sanguíneo através das artérias ou veias.
Este exame demora cerca de 15-30 minutos, embora os tempos possam variar.

 


Médico

  • Dr. Augusto Ministro

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 

 


 

Exame dos Vasos do Pescoço - Ecodoppler carotídeo

Ecodoppler carotídeo
Exame complementar de diagnóstico, que através dos ultra-sons, permite avaliar em tempo real o estado anatómico e hemodinâmico da circulação extracraniana, nomeadamente das artérias carótidas (Comum, Interna e Externa) e artérias vertebrais.
O exame de doppler carotídeo pode ajudar os médicos a determinar o risco de acidente vascular cerebral bem como a necessidade de recomendar medidas preventivas.
Isento de complicações.


Indicações
Rastreio, indicação do seu médico.
O eco-doppler carotídeo é fundamental para demonstrar bloqueio ou redução do fluxo sanguíneo nas artérias do pescoço que pode causar acidente vascular cerebral. Este exame também é utilizado para avaliar sintomas de tonturas, alterações visuais e perda de equilíbrio, que pode ser causado por impedido ou limitado fluxo de sangue através destes vasos.
Rastreio, indicação do seu médico.


Preparação
Não necessita de preparação
(É favor trazer exames anteriores)


Realização do exame
A sala onde o exame é realizado é geralmente escura. Para executar este exame, o profissional de saúde em primeiro lugar coloca um gel na área do pescoço para proporcionar um bom contacto para sonda (o transdutor de mão), a seguir coloca a sonda por cima e ao mover a referida sonda irá aparecer uma imagem no monitor.
Esta imagem mostra as diferentes taxas de fluxo sanguíneo através das artérias.
O procedimento será repetido para o outro lado do pescoço.
Qualquer estreitamento das artérias carótidas vai aparecer como um espaço de fluxo sanguíneo reduzido. Estreitaram artérias carótidas são uma das principais causas de acidente vascular cerebral.
Este exame demora cerca de 15-30 minutos, embora os tempos possam variar.


Equipa de Profissionais

  • Dr. Alexandre Silva
  • Dr. Augusto Ministro
  • Dra. Susana Ferreira 

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Eco-doppler Transcraniano

Ecodoppler Transcraniano

 

Exame não invasivo que permite o estudo hemodinâmico do polígono de Willis, artérias oftálmicas e sistema vertebro basilar utilizando sonda de 2 MHz. O acesso deverá ser feito por via transtemporal, transorbitária, suboccipital e submandibular.


Indicações
Rastreio
indicações do seu médico


Técnica que permite a quantificação e classificação de êmbolos intracranianos.
As principais artérias para a monitorização embólica são as Artérias Cerebrais Médias pela janela temporal e com uma sonda de Doppler pulsado de 2 MHz.


Preparação
Não necessita de preparação
(É favor trazer exames anteriores)


Realização do exame

A sala onde o exame é realizado é geralmente escura. Para executar este exame, o profissional de saúde em primeiro lugar coloca um gel na área do membro a avaliar para proporcionar um bom contacto para sonda (o transdutor de mão), a seguir coloca a sonda por cima e ao mover a referida sonda irá aparecer uma imagem no monitor.
Esta imagem mostra as diferentes taxas de fluxo sanguíneo através das artérias ou veias.
Este exame demora cerca de 30 minutos, embora os tempos possam variar.


Equipa de Profissionais

  • Dr. Alexandre Silva 
  • Dra. Susana Ferreira 

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Ecocardiograma

 Ecocardiograma

O ecocardiograma é um exame que permite observar no ecrã e em papel a estrutura e funcionamento do coração. Também se visualiza a direcção e velocidade do sangue dentro do coração (doppler). Este exame utiliza ultra-sons que não são prejudiciais à saúde.

Indicações

  • O ecocardiograma permite avaliar os seguintes parâmetros:
  • o funcionamento do coração, nomeadamente a função ventricular; o seu tamanho e a espessura das suas paredes.
  • o estado das válvulas cardíacas e o seu funcionamento, particularmente o aperto ( estenose) ou incompetência valvular, com a quantificação da fuga de sangue.
  • o débito cardíaco, isto é, a quantidade de sangue expulso por cada ventrículo num minuto. Como cada ventrículo funciona separadamente é necessário avaliar o débito ventricular esquerdo e o débito ventricular direito.
  • Outros diagnósticos que possíveis: cardiopatias congénitas (tais como a comunicação entre as cavidades esquerda e direita do coração); malformações dos grandes vasos do coração; cardiomiopatias; aneurismas; a presença de trombos intracardíacos e as alterações da membrana que reveste o coração (pericardio), podem ser diagnosticadas através deste exame.

 

Preparação
Não necessita de preparação anterior ao exame nem de cuidados depois. O tempo de realização é aproximadamente de 15 minutos. Se for necessário doppler pode chegar a meia hora.

Realização do exame:
O doente é deitado numa maca ligeiramente inclinado para o lado esquerdo. É aplicado gel no tórax para facilitar a transmissão dos ultra-sons entre a sonda do aparelho e a pele do doente. A sonda capta as imagens da estrutura e funcionamento do coração. Em certas situações, de forma a obter melhor qualidade nas imagens impressas, pode ser pedido ao doente para mudar um pouco a posição, respirar mais devagar ou deixar de respirar durante um curto período de tempo. captação do som. As imagens são visualizadas de imediato no monitor do aparelho.

Médico

  • Dr. Carvalho Rodrigues
  • Dr. Sérgio Lourenço Madeira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 



Ecocardiograma Modo M e Ecocardiograma com doppler

O ecocardiograma é um exame que permite observar no ecrã e em papel a estrutura e funcionamento do coração.
O ecocardiograma com doppler, permite visualizar a direcção e velocidade do sangue dentro do coração .
Este exame utiliza ultra-sons que não são prejudiciais à saúde.
Os exames são realizados por um médico especializado na interpretação das imagens.

Indicações

  • O ecocardiograma permite avaliar os seguintes parâmetros:
  • o funcionamento do coração, nomeadamente a função ventricular; o seu tamanho e a espessura das suas paredes.
  • o estado das válvulas cardíacas e o seu funcionamento, particularmente o aperto ( estenose) ou incompetência valvular, com a quantificação da fuga de sangue.
  • o débito cardíaco, isto é, a quantidade de sangue expulso por cada ventrículo num minuto. Como cada ventrículo funciona separadamente é necessário avaliar o débito ventricular esquerdo e o débito ventricular direito.
  • Outros diagnósticos que possíveis: cardiopatias congénitas (tais como a comunicação entre as cavidades esquerda e direita do coração); malformações dos grandes vasos do coração; cardiomiopatias; aneurismas; a presença de trombos intracardíacos e as alterações da membrana que reveste o coração (pericardio), podem ser diagnosticadas através deste exame.

 

Preparação
Não necessita de preparação anterior ao exame nem de cuidados depois. O tempo de realização é aproximadamente de 15 minutos. Se for necessário doppler pode chegar a meia hora.

Realização do exame:
O doente é deitado numa maca ligeiramente inclinado para o lado esquerdo. É aplicado gel no tórax para facilitar a transmissão dos ultra-sons entre a sonda do aparelho e a pele do doente. A sonda capta as imagens da estrutura e funcionamento do coração. Em certas situações, de forma a obter melhor qualidade nas imagens impressas, pode ser pedido ao doente para mudar um pouco a posição, respirar mais devagar ou deixar de respirar durante um curto período de tempo. captação do som. As imagens são visualizadas de imediato no monitor do aparelho.

 

Médico

  • Dr. Carvalho Rodrigues
  • Dr. Sergio Lourenço Madeira

 

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Electocardiograma

ECGV

O electrocardiograma (ECG) consiste no registo da actividade eléctrica do coração, obtido através de pequenos eléctrodos metálicos, colocados nos pulsos, tornozelos e peito, sem passagem de corrente eléctica para o corpo e nem emissão de radiação.


Indicações
O ECG é realizado por rotina (anualmente), ou sempre que o seu médico o considerar necessário.

Preparação
Não necessita de preparação.
(É favor trazer exames anteriores)

Realização do exame
O utente é recebido na recepção, onde são solicitados os dados para posteriores registos e facturação, e aguarda pela chamada do cardiopneumologista.
O Cardiopneumologista, efectua a chamada para uma sala, onde o irá receber e explica a técnica da realização do exame. Posteriomente solicita para se deitar numa marquesa e dá início a realização do exame com a colocação de gel e dos eléctrodos nos locais indicados conforme a técnica. Após a colocação dos eléctrodos em posição, o registo é realizado com o utente em repouso, respirando normalmente e sem falar ou realizar quaisquer movimentação desnecessária.
O ECG é um exame rápido, indolor e de fácil execução. Não necessita de preparação especial e é realizado por um cardiopneumologista (ou directamente pelo médico cardiologista) sendo o médico cardiologista responsável pelo relatório.


Nota: A fim de garantir a qualidade do electrocardiograma, o mesmo deve ser sempre feito pela equipa referenciada (cardiopneumologista e cardiologista).


Equipa de profissionais

  • Dr. Carvalho Rodrigues
  • Dra. Susana Ferreira
  • Dr. Sergio Lourenço Madeira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Espirometria

Espirometria

 

Espirometria é um exame que permite medir o fluxo de ar nas vias respiratórias ou brônquios (os tubos que transportam o ar para os pulmões), comparando os resultados com os obtidos por pessoas saudáveis com a mesma idade e altura. Para obter os melhores resultados nestes exames necessitamos da sua colaboração.

Indicação
Espirometria permite verificar se existe obstrução ao fluxo de ar, ou seja, se as vias respiratórias estão anormalmente contraídas, ou se o volume dos pulmões está normal.
É o exame fundamental para o estudo da função pulmonar e para o diagnóstico de doentes portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC). Tendo como causa principal o tabagismo (90%), a DPCO é uma doença crónica, insidiosa, que se vai instalando progressivamente até se tornar irreversível, com a diminuição drástica na qualidade de vida.
A DPOC é responsável, a nível mundial, por mais de três milhões de mortes por ano, o que coloca em quarto lugar como causa de morte, sendo responsável por 5,1% dos óbitos no mundo.

Preparação
Cuidados a ter antes da realização do exame:

  • Pode e deve comer uma refeição ligeira;
  • Se for fumador, não deve fumar nas 2 horas antes do exame;
  • Não deve ingerir bebidas com cafeína 1 hora antes do exame (café, chá preto, coca-cola);

 

Cuidados que precisam ser observados:

  • 24 horas antes do teste deve parar de usar as seguintes medicações:
  • Serevent, Oxis, Foradil, Asmatec, Seretaide, Symbicort, Brisomax, Unicontin, Filotempo, etc.
  • 12 horas antes do teste não se pode usar: Atrovent, Combivent, Accolate e Singulair.
  • 6 horas antes do teste não se pode usar: Ventilan (Salbutamol) ou Bricanyl.
  • Evite ingerir café e bebidas que contenham cafeína antes do teste.
  • Outras medicações, excepto drogas tipo beta-bloqueantes, podem ser utilizadas normalmente, salvo por indicação médica. O critério do médico, as medicações acima pode ser utilizadas para avaliar seus efeitos na função pulmonar.
  • Se após a suspensão de qualquer medicamento ocorrer problemas respiratórios, deve-se voltar a usar o medicamento na dosagem e frequência anterior, comunicando-se com o médico responsável pelo procedimento. Na realização do exame, transmita todos os medicamentos que estiver tomar, inclusive os chamados “remédios naturais”.

 

Realização do exame:
Consiste na realização de uma série de inspirações e expirações forçadas para um bocal do espirómetro.
Os testes têm a duração média de 15 a 30 (trinta) minutos e são realizados por técnicos capacitados e devidamente treinados.

 

Equipa de profissionais

  • Dra. Susana Ferreira

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Audiograma

Audiograma

 

O Audiograma Tonal é uma exame que permite a avaliação dos limiares tonais de audição em adultos e em crianças acima dos 3 anos de idade, recorrendo a exercícios adaptados a cada idade.
Isento de complicações.


Indicações
Perda de audição, rastreios, outras indicadas pelo seu médico.


Preparação
Não necessita de preparação
(É favor trazer exames anteriores)


Realização do exame
O audiograma tonal é obtido colocando a pessoa a examinar numa pequena sala, isolada acusticamente, e usando auscultadores. O teste começa então por se fazer variar a intensidade de um som com uma determinada frequência, desde um valor inaudível até um que a pessoa já consiga ouvir. Esse valor de intensidade, medido em dB, corresponde ao limiar da audição para a frequência dada. A intensidade assim determinada é depois comparada com o limiar de audição de uma pessoa saudável, sendo o resultado colocado no audiograma tonal.
Um audiograma tonal contempla os dois ouvidos, sendo a distinção entre eles feita, ou pelas diferentes cores utilizadas, ou pelo símbolo com que são feitas as marcações.


Equipa de Profissionais

  • Dr. Carlos Escudeiro
  • Téc. Bruno Loureiro

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 

 


 

Urofluxometria/fluxometria

 

Uma urofluxometria corresponde a um exame através do qual se conseguem estudar as características do fluxo urinário, medindo e relacionando o tempo de duração da micção e o volume expelido. Tem como objectivo avaliar o acto fisiológico da micção.
Isento de complicações.


Indicações
Urofluxometria é um exame urodinâmico simples. É muito utilizado como "rastreamento" de distúrbios da micção ou para acompanhamento do resultado de um tratamento.


Preparação
O doente deve encontrar-se com vontade normal de urinar.
Venha com a bexiga cheia ou tente ingerir um litro de líquidos uma hora antes do exame.
Não deve ingerir líquidos em excesso nem estar em situação de sofrimento para urinar.
Não necessita estar em jejum .
É importante estar tranquilo durante a micção, para assim reproduzir o que é a sua micção habitual.
(É favor trazer exames anteriores)


Realização do exame
É solicitado ao utente que urine livremente para um recepiente que está ligado a um aparelho. O médico poderá solicitar outro procedimento se necessário.
O exame têm a duração do tempo que você demora para urinar e o resultado é entregue imediatamente.

 

 

Médico

 

  • Dr. António Oliveira

 

 

 

 

Voltar ao Topo

 

 

 

 

 

 


Ecografia Obstétrica

 

Ecografia Obstétrica 

A Ecografia Obstétrica é um exame que permite, ver o feto no interior do útero da mãe, através de ultrassons, inofensivos, tanto para o feto, como para a mãe.
É realizada por rotina em tempos de gestação bem definidos, ou indicada por situações de risco para a gravidez, permite estudar o desenvolvimento e o bem-estar fetal, e determinar o risco de potenciais complicações.

 

Médico

  • Dr. Raul Varela
  • Dra. Maria José Cerqueira

 

 

 

Indicações

6 – 10 semanas
Avaliação precoce
Permite diagnosticar se a gravidez é intra-uterina, o número de embriões e confirmar o tempo de gestação e da data estimada do parto.

 


11 – 13 semanas
Rastreio ecográfico do 1º trimestre
Permite confirmar os parâmetros anteriores.
Calcular o risco de anomalias cromossómicas, nomeadamente de mongolismo.
Diagnosticar anomalias fetais graves.

 


12 - 13 semanas
Rastreio Pré-natal combinado
Consiste na combinação da ecografia do 1º Trimestre com marcadores bioquímicos no sangue materno, com o objetivo de calcular o risco do feto ser portador de uma anomalia dos cromossomas, de acordo com a certificação e protocolo conferidos pela Fetal Medicine Foundation.

 


16 – 18 semanas
Rastreio ecográfico sequencial
A realização de uma ecografia para estudo fetal nesta fase é aconselhável na gravidez gemelar, na gravidez resultante de procriação medicamente assistida (PMA), ou em gravidez de risco, sem critérios para amniocentese.

 


20 – 23 semanas
Estudo morfológico fetal
Permite estudar detalhadamente a anatomia fetal (constituição física e estrutura dos órgãos internos), nomeadamente do crânio, sistema nervoso central, face, coração, coluna, abdómen, rins, membros, e assim detetar eventuais anomalias.

 


20 – 24 semanas
Ecocardiografia fetal
Permite o exame detalhado do coração, da sua estrutura e função, e dos vasos sanguíneos, e diagnosticar eventuais anomalias.

 


26 – 28 semanas
Ecografia tridimensional (3D e 4D)
É uma técnica que permite visualizar o contorno e a superfície fetal.
Esta tecnologia está ainda em evolução, mas complementa em alguns casos, a ecografia bi-dimensional.
A sua grande divulgação resulta da possibilidade de obter imagens consideravelmente mais expressivas da face fetal. Esta ecografia pode ser realizada por solicitação do casal, mediante marcação específica, no final do 2º ou início do 3º trimestre, estando os resultados sempre dependentes da posição fetal e da quantidade de líquido amniótico. Pode promover uma mais estreita e precoce ligação dos pais com o filho.

 


28 – 34 semanas
Ecografia do 3º trimestre
Permite verificar o crescimento e fazer uma estimativa do peso fetal, no momento do exame.
Determina a posição do feto e da placenta.
Complementa a avaliação da anatomia fetal, permitindo o diagnóstico de anomalias de expressão tardia, nomeadamente anomalias renais.
O bem estar fetal é um parâmetro importante a ser estudado durante este exame, são avaliados o Perfil Biofísico e da Fluxometria fetal.


Preparação
Este exame não requer qualquer preparação.
No dia do exame deve levar a última ecografia que tenha em seu poder.

 

Realização do exame
O exame é realizado por um médico especialista em obstetrícia com experiência reconhecida na realização de ecografias obstétricas.
A grávida estará deitada numa sala com pouca luz para facilitar a leitura das imagens.

Uma sonda de ecografia é colocada sobre a sua barriga após aplicação de um gel que facilita a emissão e a receção dos ultra-sons para estudar a anatomia do feto, dimensões, e os seus anexos (cordão umbilical, placenta, membranas, líquido amniótico). Em certas situações, a ecografia por via endovaginal (uma sonda adaptada é introduzida na vagina) pode ser-lhe proposta a fim de melhorar a visualização de certas partes do feto ou os seus anexos.

Fotografias irão ser efetuadas durante o exame, mas a melhor análise faz-se "em tempo real" durante o exame. Estas películas ser-lhe-ão entregues com o relatório.
DVD – No final será entregue um DVD com a gravação do exame realizado.
No decorrer do exame podem assistir o pai ou familiares.
A duração do média do exame é de cerca 20 minutos.

 

Benefícios e limitações dos Exames Ecográficos
A Ecografia Obstétrica é um exame complementar de diagnóstico, útil e imprescindível na vigilância de todas as grávidas, serve para supervisionar a evolução da gravidez, o bom desenvolvimento fetal e detetar eventuais anomalias no feto. Poderá existir a necessidade de outros exames complementares de diagnóstico para esclarecimento de situações clínicas suspeitadas/detetadas (Amniocentese, Biópsia de vilosidades coriónicas, Ecocardiograma fetal, Ressonância magnética fetal...).
Apesar da melhoria técnica e constante formação dos médicos, este exame não garante 100 % de certezas, pois existem limitações inerentes ao exame que podem originar a não deteção de uma anomalia ou a suspeita de uma anomalia inexistente, essas limitações são entre outras: a posição do feto, a quantidade de líquido amniótico, a obesidade materna.

 

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia Obstétrica < 11 semanas

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


 Ecografia rastreio anomalias fetais (11-14 semanas)

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia obstétrica das 15-17 semanas

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia obstétrica gemelar das 15-17 semanas

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia Morfológica fetal detalhada (18-24 semanas)

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia Morfológica fetal detalhada gemelares (18-24 semanas)

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia avaliação do crescimento e bem estar fetal > 24 semanas

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia avaliação do crescimento e bem estar fetal gemelares> 24 semanas

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

 

Voltar ao Topo


Ecografia Pélvica

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

Voltar ao Topo

 


Ecografia Pélvica com sonda vaginal

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

Voltar ao Topo

 


Ecodopller Ginecológico

 

Médico

  • Dr. Raul Varela

 

Voltar ao Topo

 


Vídeo Laringoscopía

 

Médico

  • Dr. Carlos Escudeiro

 

Voltar ao Topo

 


Colposcopia

 

Médico

  • Dr. Henrique Nabais
  • Dra. Maria José Cerqueira

 

Voltar ao Topo

 


CTG

 

Médico

  • Dr. Henrique Nabais
  • Dra. Maria José Cerqueira

 

Voltar ao Topo

 

CLÍNICA CENTRAL DE SAÚDE

consultas de especialidade

Rua Engenheiro Adelino Amaro Costa 6-r/o LJ1

✆ 261 241 048

✉ geral@clinica-centraldesaude.pt

✉ consultas@clinica-centraldesaude.pt

✉ parcerias@clinica-centraldesaude.pt

 

 

SAIBA MAIS:

 

> CLÍNICA CENTRAL DE SAÚDE


> CONSULTAS MÉDICAS


> EXAMES MÉDICOS


> SAÚDE EM CASA


INFORMAÇÃO AO UTENTE